Saiba relevar o término se você ainda ama.

Foi deixado? Saiba vencer o término se você ainda adora.

Não há segredo mágica para enfrentar uma separação. Contudo, há questões que você deveria ter constantemente presente, especialmente se não foi você quem decidiu acabar o casamento.

como superar uma separacao

Se quer conhecer mais sobre: como superar uma separacao

Um término nem sempre diz que o amor acabou, pelo menos para uma das partes. Os casos de relações que chegam ao fim com um dos envolvidos se sentindo totalamente apaixonado pelo outro são bastante frequentes.

Foi igual para você? Se a resolução foi sim, com certeza sua vida tem sido extremamente difícil. Atravessar a ruptura é sinônimo de tristeza, ainda mais porque há muitas lembranças e pessoas que fizeram você pensar nesse casamento e no que você está deixando de ganhar.

No entanto quer saber a boa notícia? Vencer é provável. E para ajudar você nessa caminhada, compartilhamos algumas dicas sobre como atravessar o rompimento se ainda há muito sentimento em jogo.

1) Não vá atrás de retaliações.

É normal numa situação assim sentir desejo de vingança, ter vontade de fazer com que a outra pessoa sinta a mesma tristeza que você está sentindo. Contudo, é importante que entenda que isso não melhora a sua angústia e que a satisfação que você poderá chegar a sentir é muito fugaz.

Desejar fazer a outra pessoa pagar não contribuiu para uma separação menos abalada. Trate de resistirseus impulsos.

2) Não alimente desavenças

Certamente, manter a tranquilidade numa situação assim nunca é fácil. Porém, é viável, se você ter discernimento de tudo o que está em jogo.

Existem muitas memórias e um admiração recíproco que seguramente não sobreviverá a um rompimento marcada por gritos, ofensas, perseguições e ameaças. A decisão de manter a calma, de não alimentar rancores, no fim das contas é uma forma de cuidar da sua autoestima.

3) Dê tempo a mágoa.

Apesar de ter uma pressão da sociedade para ser alegre e satisfeitoa todo momento, é importante se deixar viver um período de sofrimento. Sem ele, será impossível ir a diante; aliás, você também deixará a chance de conhecer lições inestimáveis para a sua vida.

O tempo é o que deixa analisar com tranquilidade tudo aquilo que levou à ruptura. Proporcionará ajeitar falhas e diferenciar o tempo em que você se afastou da sua essência. O tempo ajuda a consolidar o aprendizado pela prática vivida.

4) Procure seu próprio caminho.

Muitas vezes, refletir sobre os vínculos que você crioudurante a relação serve para verificar que, em boa parte das vezes, eles estão posicionados na correlação em si, e não necessariamente na pessoa.

Ou seja, não é raro que, no fundo, a pessoa tenha medo mais ficar só do que perder o parceiro em si. Olhe essa transição como uma chance de reencontrar sua verdadeira motivação, descobrir negócios que você seria capaz de estar fazendo e não está, por preguiça ou desânimo. Encontre-se e execute um caminho mais alinhado com sua individualidade.

5) Se há dependência, procure ajuda.

Em casos assim, é importante reconhecer que terminar o ciclo sem ajuda especializados muitas vezes é inviável. O apoio da terapia é primordial para entender aquilo que ocasionou a dependência, bem como encontrar formas para evitar que essa situação se repita em namoros futuros.

Se almeja conhecer mais sobre:

como superar uma separacao