COMO CONTROLAR A IRRITABILIDADE EXCESSIVA NA MENOPAUSA

Compreenda que é normal irritar-se com mais predisposição na menopausa uma vez que os respectivos hormônios permanecem completamente sem ordem.

Na maior parte das épocas, a mulher começa a se sentir uma mulher abominável não apenas com os próximos, mas com ela própria.

É bastante casual a senhora se irritar com mínimas coisas, com o esposo, os filhos, os amigos e no serviço. Insignificantes acontecimentos que não te aborreciam, passam a te irritar.

Mas se a pessoa ficar consciente do que se passa com seu sistema corporal, tem como transcorrer por essa fase da mais acertada maneira.

Por que transcorre essa irritação seguida?

Em primeiro lugar, esse igual indício da irritabilidade que inicia na pré-menopausa e após na menopausa, se confunde demais com os sintomas da TPM.

Às vezes a pessoa nem faça ideia de que possa ser a menopausa que está perfazendo propriamente por até esse momento imaginar que deva ser a TPM.

O nosso ovário desaponta com uma quantidade hormonal finita. Nós, do sexo feminino, nascemos com uma grande quantidade de células e a partir de a prévia menstruação, em meados dos onze, doze anos, nós vamos usando completamente elas.

E esse uso vai acontecer até por volta dos cincoenta anos. Dessa maneira a mulher de modo algum vai fornecer mais específicos hormônios que são significativos para que o seu estado de espírito continue consistente.

Acaso você está atravessando os quarenta anos, é uma ocasião que a menopausa já está chegando. Em média, acontece para a maioria das pessoas em média dos cincoenta, cincoenta e um anos.

Todavia pode acontecer uma variação, que vai dos 45 aos 55 anos.

Entretantoo que é menopausa?

Tem significado que a senhora fica sem menstruar por 12 meses consecutivos, desde que não continue tomando qualquer anticoncepcional.

Porém na pré-menopausa, a pessoa inicia a apresentar uma baixa de progesterona, que é um dos hormônios que o ovário gera. Além de começar a obter flutuações de um outro hormônio, o estrogênio.

No decorrer do tempo, a progesterona acaba, de forma que o estrogênio também não é mais gerado.

Por falar na progesterona, conhece porque seus níveis aumentam durante a gestação?

Porque na gestação, a senhora tem que permanecer tranquila, principalmente para que ela não aborteInterrompa a gravidez ou aconteça um parto antecipado.

Sendo assim, a progesterona apoia a senhora a manter-se tranquila, a dormir bem e estar de excelente ânimo.

Consequentemente, a progesterona é essencial em determinadas ocasiões da vida, determinadamente falando de pré-menopausa e de menopausa.

Sendo assim seu ânimo e sua qualidade do sono vai variando e você inicia a adquirir toda essa impaciência.

E em seguida da progesterona, vem o estrogênio, que é essencial para a produção de estruturas no seu cérebro, em parte que uma delas é a serotonina.

Lembrando que o nosso ovário, ele não serve apenas para a reprodução. Ele tem da mesma forma uma encargo de endócrina, sendo assim, no momento que cessa a atribuição fecúndia, fica faltando a parte endócrina da senhora.

Como nosso corpo trabalha?

É essencial que toda mulher obtenha uma consciência do que está acontecendo no seu corpo. Dessa maneira, tornar-se-a mais fácil entender o que está passando.

O seu humor vai modificando resultando que a serotonina que traz uma sensação de conforto está deixando de ser gerada.

Em consequencia disso algumas pessoas consomem antidepressivos, devido a eles trazerem de volta essa serotonina que está pouca.

Mas muitas ocasiões, você deva estar tomando um antidepressivo e não aceitar que a adversidade está no seu ovário que não está mais funcionando.

Lembrando, nosso ovário, ele não auxilia apenas para a reprodução. Ele tem também uma função endócrina sendo assim, na ocasião que termina a parte reprodutiva, fica faltando a parte endócrina da mulher.

Aprenda mais sobre sintomas da menopausa

Juntamente com a diminuição dos hormônios, baixa também a fabricação dessas núcleos no cérebro, intituladas de neurotransmissores, da mesma maneira que as endorfinas e a serotonina.

Já imaginou que você está incomodada, e sem citar nos inúmeros manifestações da menopausa, e essa irritabilidade pode ser alguma coisa clara, mas igualmente disfarçado?

Talvez, a senhora vai permanecer aborrecida não somente devido as núcleos em falta no cérebro, devido a está cansada.

Percebe como a pessoa começa a se passar? Como uma mulher não aprazível, se achando desconfortável com si própria.

Só que na situação, ela não se dá conta do que realmente estar causando tudo isso e não procura ajuda para buscar esclarecer.

Fica sem tolerância com grande parte que estão próximo e certamente, toda essa incomodo pode acabar abalando sua relação com outras pessoas.

Como controlar a irritabilidade exagerado na menopausa?

Existem atitudes bem simples que toda pessoa deve realizar no seu dia a dia para beneficiar todo esse mau humor:

Atividades Físicas

Dormir bem

Yoga

tratamento de Compensação Hormonal

Finalização

Nesse momento que você têm consciência de que está resultando em toda esse mau humor e o que deve executar para lidar com isso da mais satisfatória forma, está nas suas mãos encontrar uma saída para voltar a ter o seu bom humor novamente.

Aprenda mais sobre sintomas da menopausa